Realizar o sonho da casa própria não significa apenas pagar o valor do imóvel ou o seu financiamento. Existem alguns custos extras a se levar em conta, como o ITBI Florianópolis, por exemplo.

Isso faz com que seja necessário um pouco mais de planejamento para poder lidar com esses custos extras, mas não é nada que não possa ser gerenciado adequadamente.

Por isso, antes de você pensar em comprar o seu primeiro imóvel, é importante conhecer todos os impostos e taxas que você terá de pagar e que podem encarecer bastante a sua aquisição.

O ITBI Florianópolis é um deles. Quer saber mais sobre o assunto e como se planejar para pagá-lo? Então siga a leitura!

O que é o ITBI?

O ITBI é uma daquelas sopas de letrinhas de impostos que temos de pagar quando compramos um imóvel. 

A sigla significa Imposto de Transmissão de Bens Imóveis e indica que o tributo deve ser pago sempre que houver uma transferência imobiliária, ou seja: quando alguém comprar um imóvel de outra pessoa.

Apesar de ser um imposto definido na Constituição Federal, o ITBI é um tributo de competência municipal. 

Isso significa que quem define as suas regras são os municípios, inclusive a sua taxa, momento de quitação do imposto, forma de pagamento e até mesmo quem é o responsável por quitá-lo.

Vale lembrar também que mesmo você comprando o seu imóvel na planta, ainda assim terá de pagar o ITBI. 

Afinal, apesar dele não ter tido nenhum morador antes e ser novinho em folha, ainda assim há a transmissão de propriedade do imóvel da construtora para você. Logo, existe a incidência do imposto.

Quem paga o ITBI?

Como dito, apesar de ser um imposto estabelecido na Constituição, quem define as regras do ITBI são os municípios. 

Isso significa que cada cidade pode fazer de um jeito diferente, embora normalmente não haja nenhuma lei que impeça que comprador e vendedor cheguem a um acordo em relação ao pagamento do tributo. No entanto, é importante frisar que a prática comum do mercado é que o ITBI fique a cargo do comprador.

Certamente esse é um custo extra que você deve ter em consideração quando planejar comprar o seu imóvel.

O ITBI é pago antes de fazer a escritura. No caso de uma aquisição feita via financiamento, o pagamento deverá ser feito logo após a assinatura do contrato e quando for dar entrada na Prefeitura para o registro da compra.

Já se a compra for feita à vista, o comprador deverá dar entrada na escritura no cartório. Para realizar esse processo, também é necessário ter o ITBI pago.

Quanto é o ITBI Florianópolis?

ITBI Florianópolis – O valor do imposto cobrado aqui na capital de Santa Catarina foi alterado em 2017 por um projeto de lei da Câmara Municipal.

Atualmente, a alíquota cobrada do ITBI Florianópolis é de 2% e 0,5% dependendo do caso. São dois os principais tipos de casos em que a cobrança do imposto é dividida.

No primeiro caso, ocorre essa cobrança para as compras de imóveis pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH) no Programa de Arrendamento Residencial (PAR) e de Habitação de Interesse Social (HIS).

Nesse caso, é cobrada uma alíquota de 0,5% sobre o valor financiado até o limite de R$180 mil. Qualquer valor acima disso, passa a receber a alíquota de 2%.

Como assim? Vejamos um exemplo para compreender melhor a cobrança do ITBI Florianópolis. 

Suponha que você vá comprar um apartamento no valor de R$250.000,00. Nesse caso, o ITBI leva em consideração primeiramente o limite de R$180.000,00 e calcula 0,5% em cima disso. Resulta, portanto, em R$900,00.

Depois, o cálculo pega os R$70.000,00 restantes (R$250.000 – R$180.000) e calcula a alíquota de 2% em cima desse valor. O resultado é R$1.400,00.

No total, portanto, o ITBI Florianópolis desse imóvel será de R$2.300,00.

Já o segundo caso de cobrança do ITBI Florianópolis é de todas as transmissões de imóveis que não são feitas pelo SFH. Nesse caso, a alíquota do imposto será de 2%, independentemente do valor do imóvel.

Quais são os outros custos na compra de imóveis?

Além do ITBI, existem mais dois custos a se ter em mente quando compramos imóveis financiados.

A primeira delas é a taxa do banco. Esse valor varia entre cada instituição financeira e inclui a avaliação do imóvel, além de outros serviços prestados pelo banco.

A segunda taxa é o Registro de Imóveis. Em Florianópolis, o valor gira ao redor de R$3.500,00. No entanto, há um desconto de até 50% quando se trata do primeiro imóvel comprado.

Assim, é importante se planejar com antecedência para garantir que todos esses compromissos serão honrados. Dessa forma, você poderá comprar o seu lar sem ter nenhum outro problema.

Ufa, quanta coisa, não é mesmo? Agora que você já sabe o que é o ITBI Florianópolis, certamente já sabe como calculá-lo e como se planejar para pagá-lo.

No entanto, se você ainda ficou com alguma dúvida sobre o imposto, não hesite em entrar em contato com a nossa equipe. Nós poderemos esclarecer todas as questões e mostrar os melhores imóveis em Florianópolis para você!